Conheça o primeiro carro Lexus!


Contar a incrível história da Lexus é uma satisfação. Por isso, hoje, decidimos preparar este artigo para falar um pouco sobre o primeiro carro Lexus, que apareceu há 33 anos, quando sequer a marca tinha nome!

Motivada a responder ao nascimento de marcas de luxo da Honda (Acura) e da Nissan (Infiniti), a Toyota lançou a Lexus – marca filha de Eiji Toyoda, CEO à época da Toyota.

Este primeiro projeto da Lexus se chamou, veja só que curioso, “F1”. Evidentemente, não havia aí nenhuma relação com a Fórmula 1, mas sim com a definição do projeto, chamado de “Flagship One”.

O nascimento oficial da Lexus

Embora tudo tenha começado em 1987, com o projeto do F1, que foi o primeiro carro da marca de luxo da Toyota, a Lexus nasceu oficialmente, como marca, somente em 1989.

Dois anos mais tarde, lá no Salão de Detroit, apareceu a marca como um símbolo de referência à Toyota, com o “L” e o nome Lexus estampados. A outra novidade neste evento foi a do F1 sob um nome comercial – LS 400.

Na apresentação, o LS 400 foi apresentado como “Simples, limpo e inteligente”. Conforme anunciado pela própria Lexus à época, o LS 400 foi desenhado sob as referências do segmento – inclusive de carros da BMW e Mercedes.

O motor era um V8 de 4 litros atmosférico (chamava-se 1UZ-FE) com 250 CV e 353 Nm de binário, acoplado a uma caixa automática de 4 velocidades com controlo eletrónico das passagens de caixa e tração às rodas traseiras. Acelerava dos 0 ao 100 km/h em 8,5 segundos e tocava os 250 km/h.

Para se ter uma ideia do esmero com que o LS 400 foi planeado, a Toyota fez 14 modelos à escala 1:1 durante o período de desenvolvimento, quando o normal eram seis unidades. A Toyota fez questão de testar tudo - desde o ruído do vento até ao ruído de rolamento.

Internamente, foram usados 24 tipos diferentes de madeira para condizer com a pele de elevada qualidade do habitáculo. Curiosamente, a Lexus contrariou a tendência da época de ter um painel de instrumentos digital, porque Michikazu Masu, o designer do carro, opôs-se de forma veemente, oferecendo uma outra visão: cada agulha dos instrumentos clássicos era um tubo florescente, iluminando-se antes do resto do painel, parecendo dois mini sabres de luz.

Já ao marketing coube o estudo de tudo que se possa imaginar, inclusive os hábitos dos americanos – mercado onde a Lexus atacou fortemente no começo da atividade.

Gostou de conhecer um pouco sobre o início desta história e, claro, sobre o primeiro carro da Lexus? Então que tal agora você conhecer mais sobre todos os modelos híbridos da Lexus? Visite aqui.